Cripto DeFi

DeFi: A disrupção do sistema financeiro global

Enquanto o Bitcoin, como criptomoeda, tem como principal característica a transação direta entre as pessoas, sem intermediários, o DeFi visa reformular todo o sistema financeiro, sem a necessidade de um agente centralizador, através do Blockchain da Ethereum.

Investir agora
Fechado para novos investimentos
Conheça mais
01
Investimento destinado apenas para Investidores Qualificados
02
O fundo se inspira nas ideias do especialista André Franco, da Empiricus, que toca as séries Exponential Coins e Cripto Legacy
03
Aplicação mínima de R$ 5.000 e taxa de administração máxima de 1,5% ao ano
04
Diversificação de portfólio

Um dos setores de maior crescimento dentro do ecossistema das criptomoedas

O papel das instituições financeiras é intermediar as operações. Esse é um mercado que vale trilhões de dólares e os maiores beneficiados, ou seja, aqueles que mais lucram, são os próprios bancos.

Por consequência, é normal e até esperado que alguma solução seja criada para ir de encontro ao modelo existente. E se estamos falando do futuro do sistema financeiro, não há como não pensar em um sistema de Finanças Descentralizadas, também conhecida como DeFi.

Se hoje você para e pensa que desejaria ter investido em Google, Apple, Amazon e Bitcoin desde o início e consegue enxergar como a internet mudou o comportamento das pessoas e dos negócios no mundo, saiba você tem uma oportunidade que pode ser tão potencial quanto todas as citadas – e também com o mesmo nível de risco.

O sistema de Finanças Descentralizadas visa reformular todo o sistema financeiro, oferecendo alternativas como emissão de moedas estáveis, empréstimos, seguros, câmbio e muito mais, sem necessitar de um agente centralizador. E o crescimento exponencial já está acontecendo.