Don't cry for me

A última vez que eu viajei para Buenos Aires foi em 2017 para visitar alguns gestores quando ainda estava na GPS (hoje JBFO).

Lembro bem da data, 29/11/2017, porque ela coincidiu com a final da Libertadores daquele ano, quando o Grêmio derrotou o Lanús por 2 a 1 e ficou com o título. Eu e o Ghidetti conseguimos ingressos na última hora e assistimos a vitória do tricolor gaúcho em pleno estádio. Uma boa aventura inesperada para uma viagem de trabalho.

Voltei para Buenos Aires no último final de semana para um casamento de um primo da Silvia, minha esposa. Apesar de ter sido um bate-volta corrido (e caro, já falei do preço das passagens aéreas no último DB), conseguimos passear um pouco além de rever a família portenha.

Confesso que fui para lá com baixas expectativas.

Esperava ver uma cidade deteriorada pela decadente situação econômica argentina. Na época da última visita, Macri estava no meio do seu mandato e estava claro que já perdia o apoio no Congresso. Ele foi substituído em 2019 por Alberto Fernandez, em uma coalizão que representa uma conjunção de diversas correntes internas do movimento peronista que, mal ou bem, domina a política argentina nos últimos 70 anos.

Não tenho pretensão de entender, muito menos explicar, a complexa política do nosso país vizinho. Mas não custa manter um olhar para lá, pensando para onde podemos ir, dependendo das nossas escolhas políticas.

Os gráficos abaixo mostram uma pouco do que aconteceu por lá nos últimos anos.

O primeiro é a Bolsa. Os valores estão transformados em dólares. Enquanto o nosso Ibovespa se segurou e vem se recuperando do baque da pandemia, o Merval argentino literalmente sumiu no gráfico.

db_img_01a

Fonte: Bloomberg e Vitreo Gestão

A situação com a taxa de juros é ainda mais esquisita. No final do governo Macri, os juros chegaram a quase 90% ao ano e agora estão apenas em 44,5% por lá. Por aqui, sei que você tem acompanhado a situação. Depois de um período com juros em 2% ao ano, o nosso BC os vem subindo para combater a alta da inflação. Hoje estamos com 11,75% e flertando com mais uma alta que nos levaria a 12,75% ao ano.

db_img_01b

Fonte: Bloomberg e Vitreo Gestão

Mas o principal gráfico, que mostra como nossos hermanos estão em uma situação crítica, é o câmbio.

Enquanto por aqui sofremos com a desvalorização do real durante a pandemia - neste ano estamos vendo uma forte recuperação do valor da nossa moeda (o Real sobe +14% desde o início do ano frente ao dólar americano) - no nosso vizinho, a situação é bem mais complicada.

O câmbio explodiu nos últimos anos, demonstrando a total perda de confiança na moeda e no país. Os argentinos continuam podendo ter contas em dólares abertas no país (algo que por aqui ainda não podemos ter). Porém, não podem mais comprar dólares. Oficialmente não podem. E essa medida reacendeu o mercado paralelo. Se você tem a mesma idade que eu ou é mais velho, sabe do que eu estou falando porque já vivemos isso aqui no passado...

Olhe o gráfico. O câmbio oficial está em 110! Enquanto o paralelo está em 200!

db_img_01c

Fonte: Bloomberg e Vitreo Gestão

Vou te explicar o que isso quer dizer, dividindo com você a experiência pela qual eu passei. Fomos jantar na sexta {à noite, direto do aeroporto no restaurante Mishiguene - recomendo inclusive). A conta saiu ARS 12.300. Se eu tivesse pago no cartão de crédito, a conta sairia perto de US$ 112 ou R$ 560 (sem contar o IOF pelo gasto no exterior). Como o pagamento foi feito em dinheiro, trocado pelo valor do câmbio paralelo, a conta saiu por US$ 61,50 ou R$ 307,50. Fica aqui a dica de viagem: esse mesmo raciocínio vale para tudo que você consumir lá: restaurante, hotel, lojas, Uber.

Mas, com tudo isso, qual não foi a minha surpresa em encontrar uma Buenos Aires viva, limpa e com vários sinais de recuperação urbana e cultural. De certa forma a cidade conseguiu se distanciar do caos que assola o país.

Possivelmente parte do milagre esteja por trás dos vários outdoors e cartazes “La transformacion No Para”, o slogan da prefeitura de Buenos Aires, sob comando de Horácio Larreta, do partido Proposta Republicana que governa a cidade desde o final de 2007, quando Macri foi eleito (Larreta o substituiu em 2015 quando ele foi para a presidência).

O resultado é que Buenos Aires continua sendo um ótimo destino de turismo. Seja nos restaurantes, com mesas do lado de fora, espalhados por Palermo Soho, ou o tradicional San Telmo com renovadas opções culturais ou o moderno Puerto Madero com seu metro quadrado milionário com ares de Miami.

Foi corrido, mas valeu!

Bom, já que falamos de câmbio, vou trazer de novo o gráfico aqui para te mostrar uma coisa sobre a valorização do Real.

db_img_01d

Fonte: Bloomberg e Vitreo Gestão

Dei um zoom no gráfico, mostrando os últimos 2 anos de idas e vindas da cotação do Real frente ao Dólar Americano (eixo esquerdo em azul) e a taxa de juros (Selic) no eixo direito em laranja.

Dá para você ver que foram 4 idas e vindas dentro do range 4,80 – 5,80. O movimento atual (estamos em torno de 4,75 agora) parece ser mais acentuado do que nos últimos movimentos. Mais acentuado e sustentado por uma taxa de juros bem mais alta do que nos últimos 24 meses.

Esse contexto explica também o interesse estrangeiro em investir por aqui, que tem ajudado a alta do Ibovespa, que sobe perto de 15% desde o inicio do ano.

db_img_01e

Fonte: Bloomberg e Vitreo Gestão

Termino por aqui com duas recomendações:

  1. Se for para a Argentina, pague em dinheiro (mas tome cuidado com onde vai trocar seus dólares)
  2. Tá na hora de investir em Brasil! Pensando nisso, o Kiki deu uma ideia que topamos na hora, um fundo para investir em Brasil. Batizado de Kit Brasil, numa referência à gíria do mercado quando se refere a apostar a favor do país. O fundo aposta que os juros vão cair, que a Bolsa vai subir e que o câmbio vai apreciar.

Novos Fundos

Além da novidade do Kit Brasil (que eu contei acima), hoje também tivemos o lançamento do mais novo integrante da família do FoF Melhores fundos, o FoF MF Conservador.

O novo FoF é inspirado no relatório “Os Melhores Fundos de Investimentos” da Empiricus e investe em 17 fundos distribuídos entre produtos de renda fixa pós-fixados, prefixados, atrelados à inflação e renda fixa ativa (aprox. 30%), além de em ativos de crédito high grade, high yield, bonds e estruturados (aprox. 70%), aproveitando o cenário de juros de dois dígitos e de maior interesse dos investidores por produtos conservadores.

O fundo tem apenas 0,3% de taxa de administração e 10% de taxa de performance sobre o que exceder 100% do CDI. O prazo de resgate é de 45 dias.

Além dele, como eu antecipei na semana passada, você já pode também investir nos novos fundos de previdência da Vitreo, em parceria com a seguradora do BTG.

São dois fundos para o investidor qualificado.

Um é o Oportunidades de uma vida Prev, inspirado na carteira de ações do Felipe Miranda. Não precisa de mais explicações. Bolsa brasileira com os benefícios da previdência para o longo prazo.

O outro é o Global Real Return, um fundo com 40% de exposição em Bolsa global (através do ETF WORLD11, o ETF que replica o Vanguard Total World Stock com mais de 9 mil empresas) e o restante em Renda Fixa atrelada à Inflação (NTN-Bs). Esse fundo tem uma história legal. Ele foi uma ideia que um cliente nosso, como você, trouxe para nós. Um fundo feito sob encomenda para o Cássio e os amigos do grupo “Bogleheads Brasileiros”.

E o terceiro é um fundo para o público geral. O Cripto 20 Prev, com exposição de 20% em Criptomoedas e o restante em Renda Fixa atrelada à Inflação (NTN-Bs longas). Combina muito com a nossa tese de que criptomoedas são para o longo prazo.

Ufa! 5 novidades muito legais.

Novidades da Prateleira de Fundos

Em meio à semana de fundos, que está turbinando ainda mais a nossa política de cashback, trouxemos sete novidades.

Comandado por Felipe Vaz, ex-Santander, e Marcelo Vainstein, ex-CIO da Brookfield, o Canuma Capital USA Reits em Reais e o Canuma Capital USA Reits Dólar chegaram para reforçar a oferta de fundos que investem em fundos imobiliários nos Estados Unidos.

Já em renda fixa, lançamos o BTG Pactual Tesouro IPCA Curto e o BTG Pactual Tesouro Pré-Fixado, que possuem característica mais passiva.

Também chegaram à plataforma o JGP Debêntures Incentivadas Juros Reais e o Itaú Optimus Renda Fixa, que possuem gestão ativa. O primeiro investe em debêntures incentivadas e possui isenção de imposto de renda para pessoa física e o segundo foca no mercado de juros.

Por fim, outra novidade é o BTG Oportunidades Listadas. Sua estratégia é focada em investir em um portfólio concentrado de empresas listadas com foco em ter participação no dia a dia delas.

Ainda aproveito para citar que, com o lançamento do FoF Melhores Fundos Conservador, os seguintes fundos passaram a ser recomendados pela Empiricus: Quantitas Galapagos, ARX Vinson, Claritas Crédito Privado, Ibiuna Credit, Riza Daikon, Quasar Latam Bonds BRL e Galapagos Dragon.

Nesses e em outros fundos, você pode aproveitar o nosso programa de cashback tanto em novos aportes como em portabilidades, ou seja, aqui você paga muito menos para investir, pois parte da taxa volta para você.

Antes de investir, não deixe de ler o regulamento do fundo e seus fatores de risco e verifique se o investimento está em linha com o seu perfil. E não se esqueça que não há garantia de retorno e retornos passados não garantem retornos futuros.

Pergunte ao Jojo

Pergunta 1

db_img_01f

Abaixo o link e a carteira indicada no diário de bordo mencionado.

https://www.vitreo.com.br/conteudo/diario-de-bordo/20200806-db-nada-como-sair-de-cima-do-muro/

db_img_01g

De fato, alguns fundos tiveram uma performance abaixo do esperado, dada as condições do mercado. Para simplificar os cálculos, coloco abaixo uma tabela com as rentabilidades em 2021 destes fundos, e quanto teria rendido essa “combinação”.

db_img_02a

Mesmo com Ibovespa caindo 12% em 2021, a carteira indicada se “segurou” e fechou positiva no ano. Nossa perspectiva para 2022 é muito melhor, apesar deste início ter sido prejudicado pela forte queda do dólar, que impactou as posições no exterior.

Pensando para o longo prazo, ainda gostamos desta alocação. Com os juros mais altos, talvez faça sentido trocar um pouco da posição dolarizada (como o Bond USD Light) por renda fixa no Brasil (como o RF Ativo). Mas nada muito diferente disso. O longo prazo é nosso aliado.

Pergunta 2

db_img_02

Olá

Atualmente as posições do fundo são:

31,3% Berkshire Hathaway
7,5% Kroger Co
7,3% Chevron Corp
6,9% Bank of America
5,3% Apple Inc
5,1% Amazon
5,0% Davita Inc
4,7% Verizon Communic Inc
4,4% Verisign Inc
3,1% RH
6,6% em 3 conglomerados japoneses: Mitsui, Mitsubishi e Itochu
12,8% em outras 5 ações

Vale lembrar que cotistas conseguem enxergar alocação do fundo em sua área logada na Vitreo.

Pergunta 3

db_img_02b

Olá

O Carteira Universa não zerou sua posição em Bolsa brasileira. Atualmente tem mais de 40% de exposição líquida em ações do país.

A alta da Bolsa em 2022 é devida a uma entrada forte de estrangeiros que procuraram as principais ações no setor financeiro e de commodities. Isso acabou impulsionando o índice Bovespa, com as ações small-caps ficando para trás até o meio do mês de março.

Desde então, essas ações subiram, ajudando a impulsionar o Carteira Universa, que subiu 7,5% desde o dia 15/3. No mês de março, ele rende 4,5% (ambas rentabilidades até a cota do dia 29/3).

IPOs e Follow On

Confira os IPOs mais quentes do mercado e que já se encontram disponíveis para você fazer sua reserva na plataforma da Vitreo.

Nossa equipe trabalha intensamente para disponibilizar todas as ofertas públicas do mercado para você, nosso cliente. Você pode investir em empresas que estão abrindo seu capital agora, ou investir em empresas que estão emitindo novas ações.

Hoje, há diversas ofertas disponíveis nas quais você pode efetuar a reserva:

db_img_03

Além dessas acima, há muitas outras disponíveis na plataforma para você.

Lembrando que, antes de fazer sua reserva, é importante ler o prospecto preliminar da oferta, em especial a seção “Fatores de risco” e verificar se o investimento está em linha com o seu perfil.

Clique no botão abaixo para acessar e fazer sua reserva:

Quero reservar

Investimentos nos mercados de renda variável estão sujeitos a riscos de perda. Não se esqueça de se certificar de que o investimento faz sentido para o seu perfil antes de investir.

Um abraço,

Jojo

George "Jojo" Wachsmann

CIO e sócio fundador da Vitreo Gestão

Economista pela USP, com mestrado pela Stanford University e mais de 25 anos de experiência no mercado, passou pelo Unibanco (onde ajudou a montar a área de fundo de fundos) e anos mais tarde montou a Bawm Investments que foi mais tarde comprada pela GPS - a maior gestora de patrimônio independente do Brasil onde ele também trabalhou por anos, cuidando de fortunas.

Entre no Telegram da Vitreo

Quando você está bem informado, você está na frente, você investe melhor.

Em nosso canal do Telegram entregamos muitas informações essenciais para você, inclusive comentamos sobre oportunidades específicas e novidades.

Participe